2007-09-10

foto&legenda # hors-série (equinócio sete)

Começo a sentir o cansaço de escrever estes bilhetes postais. Raramente sei se chegam ao destino. Raramente recebo resposta. Agora que está a chegar a estação dos frutos secos comecei a pensar. Talvez a acompanhe e parta. Começo a sentir o cansaço do mesmo, da repetição, todos os dias ou quase todos os dias. Isto não é vida, pelo menos é o que eu sinto, isto não é vida. Não sei, não prometo. Mas talvez não fique mais, sinto que não posso continuar a ficar. Agora as horas demoram. Ficar aqui e esperar o quê?, o fim? É preferível ir encontrá-lo noutro lugar. Porque a rambóia não acaba aqui.
fotografia © Annie Leibovitz
legenda © Sérgio Faria

7 comentários:

Ric Jo disse...

As folhas não tardam, começam a cair. É um facto. Mas hão-de voltar a nascer. Assim se espera. E assim espero também, em relação e estes e outros postais teus. Abr.

Mario Abreu disse...

Deus te livre.
Não te armes em urso, não tem pêlo para isso!

justine disse...

Não te armes é em caro, faça favor de continuar a escrever os tais postalinhos, que eles chegam ao destino, sim senhor,para nosso gozo pessoal. E é assim uma espécie de disciplina, até faz bem...

pg disse...

queres ver que este gajo tá a precisar de uma galheta bem aviada?

sf disse...

vocelências são uns amores. tanto que a Nicole manda agradecer o vosso penhor.

Eduardo Barrento disse...

Eh pá, tu não começaste a pensar com a chegada dos frutos secos. Tu pensas há muito, e bem, atrevo-me a dizer (e não é pela nossa velha, e demasiado distante, amizade).

O cansaço por vezes tolda o pensamento. Uma pequena pausa, com ou sem postais, e novas pequenas-preciosidades surgem florindo... a rambóia pode continuar aqui ou noutro lugar.

Os bilhetes postais? Bem, sabes que o destino deles pode ser muito longínquo e os correios não funcionam lá muito bem ;)
Um abraço!

José Boldt disse...

Optimo texto.

Sabes, tambem não sei se as minhas fotos chegam ao destino, quero acreditar que sim.
Porque é preciso continuar, é preciso partilhar.