2008-04-18

foto&legenda # hors-série (o horizonte de Lorenz)

Que esperas?, a confirmação da tua convicção?, que sentes certeza e facto necessário de uma sequência. Para o destino, as tuas esperanças são inúteis. Podes possuir maços de tempo, acumulados pela experiência de virar as folhas de calendário, colecções de observações rigorosas, classificadas criteriosa e detalhadamente, um arquivo imenso de documentos. Tal não encerra o universo das coisas ou termina o futuro. Queiras ou não, uma gota de água é suficiente para, por um efeito de composição das consequências e dos impactos subsequentes, desviar os caminhos anteriores. Na verdade, por assim ser, continua a não saber-se mais sobre o que não se sabe. Ainda assim, rio-me quando chove e tu choras.
fotografia © Tiago Gonçalves
legenda © Sérgio Faria

2 comentários:

©carmen zita disse...

"Para o destino, as tuas esperanças são inúteis."

sf, não me canso de ler as tuas palavras. Há em ti uma capacidade de transformares um conjunto delas nas mais interessantes frases. Uma extraordinária capacidade, diria.

sf disse...

gracias. mas não é preciso exagerar. :)